NOSSA HISTÓRIA

A Árvore Amarela surgiu do sonho de Patricia Gama, especialista em Psicoterapia Cognitivo-Comportamental, apaixonada pelos estudos do Transtorno do Espectro Autista (TEA), mãe de duas meninas, que tinha o sonho de levar as atividades que criava, dentro de seu consultório, para outras crianças.

 

A partir de uma grande amizade, convidou para participar desse lindo projeto, Sabrina Tardin, não apenas mãe em tempo integral de um casal de filhos, como também, nas horas vagas, "mãe" dos filhos dos amigos.

 

Assim nasceu a ideia de integrar eficiência e dedicação de duas amigas, num trabalho que estimulasse o aprendizado dos pequenos, através de brincadeiras, e ensinando, principalmente, que o amor se encontra nos detalhes.

 

Uma criança que aprende isso, se torna um adulto completo sabedor desse sentimento!

 

Hoje, Sabrina não continua com Patricia, na Árvore Amarela, mas ambas permanecem unidas como nunca, porque o que realmente importa é a amizade, que, por sinal, só se fortalece.

 

 

 

Por que Árvore Amarela?

 

O nome "Árvore Amarela" surgiu do desejo das sócias. Originalmente, o nome seria a Casa na Árvore, um sonho de Patricia desde criança.

 

A ÁRVORE significa raiz, base, vida e evolução.

 

A cor AMARELA surgiu, com a chegada de Sabrina para o projeto, trazendo luz, calor, alegria e criatividade.

 

De forma natural, o nome ÁRVORE AMARELA passou a representar exatamente a alma da empresa.

 

 

 

O que é a Árvore Amarela?

 

A Árvore Amarela é uma loja virtual de atividades lúdicas e pedagógicas voltadas para o desenvolvimento humano.

Tem como objetivo também ajudar os profissionais da área pedagógica, oferecendo atividades que estimulem o funcionamento do cérebro de crianças, adultos, idosos, e respectivas famílias, por eles cuidados.

 

A Árvore Amarela surge para instrumentalizar profissionais e pais sinalizando para a importância da interação lúdica, através de uma linguagem simples e prática, para a formação do indivíduo como um ser social e emocionalmente completo. 

 

Cabe afirmar que as atividades e brinquedos oferecidos também podem ser utilizados não só por crianças, adultos e/ou idosos, mesmo com algum déficit cognitivo, como também, no tratamento de TEA. Tais atividades são projetadas para crianças a partir de 02 anos, logicamente dependendo do desenvolvimento de cada uma.

 

Os materiais usados são: papel, feltro, tecido e madeira. 
 

É importante dizer que toda atividade deverá ter o acompanhamento de um adulto.

Árvore Amarela - Agradecer, Acreditar & Amar!

Facebook

Instagram

Credibilidade

© 2020 Árvore Amarela® by Castle Design Studio